O sensor de fluxo de materiais sólidos age de forma não intrusiva e com tecnologia baseada nas micro-ondas, utilizando o efeito Doppler para detectar o movimento de materiais sólidos, tais como pós e grânulos. Este sensor é confiável e ideal para monitorar o fluxo de produtos sólidos em tubulações à vácuo, dutos, lâminas de ar, chutes, alimentadores e nos pontos de transferência em calhas vibratórias, correias transportadoras e elevadores de caçamba.

Detector de fluxo DP-3

Medição sem contato e não-invasivo
O Efeito Doppler de micro-ondas permite a detecção de fluxo de material de forma não intrusiva. Graças à alta penetração de micro-ondas, é possível a detecção em tubos não condutores (plástico, cerâmica, vidro, etc.).
Não possui partes móveis
O sensor de fluxo não tem peças mecânicas móveis, dessa forma elimina o desgaste do sensor e garante anos de operação livre de manutenção.
Minimamente afetado pelo acúmulo de material na antena
As micro-ondas são capazes de penetrar o acúmulo de material não condutor sobre a cabeça de detecção ou a parede do recipiente / tubo.
Baixo custo e baixa manutenção
Este sensor de fluxo de baixo custo micro-ondas é um substituto ideal para chaves ou interruptores, pois não há necessidade de limpeza periódica ou substituição.
Leve, compacto, fácil de instalar e operar

Características técnicas

Alimentação 100~120VAC ou 200 ~240VAC ±10%, 50/60Hz
Consumo Aprox. 2W
Frequência de onda 24 GHz
Alcance 1,5m (depende do material)
Saída 1 relé (250VAC, 2A)
Tolerância à ruídos ±1,5kV
Grau de proteção IP 65
Temperatura de operação -20°C a +55°C
Funcionalidades Sensibilidade ajustável

Atraso na detecção ajustável (0~10s)

Material do invólucro Alumínio fundido
Peso Aprox. 1,5kg